francisco santos, fotógrafo documental. Vem desenvolvendo projetos pessoais há 6 anos. Lançou seu primeiro livro, Anastácia, em 2015. Tem na literatura a sua maior fonte de inspiração e seus trabalhos, que dialogam com o documentarismo imaginário, são originados nas percepções que envolvem o seu ambiente mais próximo. O cotidiano é objeto de interpretação em suas fotografias.

Em 2016 foi finalista do Prêmio Conrado Wessel e selecionado para o Festival de la Luz, na Argentina. Em 2017 foi selecionado na convocatória do Festival de Fotografia de Paraty.

Seus trabalhos já foram vistos em alguns festivais de fotografia brasileiros bem como em países como: Cabo Verde, México, França, Colômbia, Portugal, Equador, Venezuela e Argentina.

Tem fotografias em coleções particulares e no acervo do MARQ - Museu de Arquitetura de Buenos Aires.

Copyright © All rights reserved.
Using Format